Sem confetes nem serpentinas

Não gosto muito de carnaval de avenida, e isso vem desde criança, raramente assisto  pela TV. Gosto sim das máscaras, das fantasias, estilo Veneza.  Ou dos carnavais de salão, de ruas e alamedas com seus bonecos gigantes, das sobrinhas coloridas, dos maracatus.

Nada contra quem goste, participe enalteça do samba promovido pela Sapucaí e outras que seguem esse modelo.  Suas cores, seu brilho, sua fantasia, sua vida efêmera.

Entendo a paixão, o amor que levam as pessoas a defenderem suas escolas com tanto fervor.

Confesso que durante algum tempo meus personagens preferidos foram o mestre- sala e a porta-bandeira.

Ontem, dei folga ao meu prazer /vício da leitura e me rendi à corte do rei momo televisiva, mas não agüentei muito tempo; apesar das cores, dos enredos até interessantes, da explosão da alegria, em mim veio o fastio.

Todo aquele espetáculo multicolorido, muito bonito admito, mas depois quando raia o ultimo dia, para onde tudo irá depois da quarta-feira de cinzas; todos aqueles adornos, quantos serão reciclados?

E todo o dinheiro “investido”, gasto onde vai parar?
Sim, são instantes de beleza, emoção, alegria, mas são instantes, que apesar de ficarem gravados, os seus mimos são “queimados”.

Por outro lado, é bonito ver a emoção das pessoas que compõem  a comunidade que labuta pela escola, muitas das quais pagam por suas fantasias, que naqueles 80 e tantos minutos vem explodir o universo paralelo que ajudaram a criar. E que continuaram a gerar.

Eu continuo preferindo a dança ao redor da fogueira; dos véus soltos, dos pés descalços. Das cores, do brilho, da alegria barata e continua.

veneza1

Anúncios

4 pensamentos sobre “Sem confetes nem serpentinas

  1. Neste carnaval eu brinquei pelas ladeiras, eu usei sombrinha colorida de frevo, eu vi os bonecos gigantes e, como dizem por aqui, o melhor carnaval do Brasil.
    Acredito q estejam certos.
    É a festa mais decmocrática dos trópicos. Não existe ingresso, taxa, entrada, convite. Vc chega, e pronto. Está na festa. Vc ia gostar. Breve, fotos no orkut.

  2. Leio com atraso. Mas o texto merecia a minha leitura, mesmo que daqui a uns três anos. Provavelmente, não vai mudar muita coisa o contexto. Mas o texto, sim, nos transforma.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s