Um sorriso

Esses dias me lembrei das pessoas, que assim como você, gosto muito.
Revendo velhas fotos e cartas – é cartas- de alguns amigos, reforçou aquele piegas, quase lugar comum, mas totalmente necessário: as amizades precisam e devem ser cultivadas e lembrads, relembradas, para que as mesmas nao caiam no esquecimento seu e delas….
 
Desulpem-me, mas meu lado chocolate e doce supriu o de pimenta… e hoje, ao invés de , mandar tudo as favas,  de deixar o sarcasmo ou a ironia reinar, resolveu  voltar-se para “olhar as borboletas” …
 e lendo um, dos vários livros que vão se empoeirando na minha cabeceira – devido a teimosa preguiça – encontrei esse, de
Rabindranath Tagore, escritor, poeta e músico indiano…
 
“Põe, com um sorriso, no teu  coração o que é simples e suave, e se acha ao teu alcance.
Que o teu sorriso

Seja somente uma alegria sem sentido

Como as cintilações a luz por sobre as águas

Que a tua vida levemente dance

Sobre as bordas do tempo,

Como uma gota de orvalho

Na ponta de uma folha …

Em acordes arranca tua harpa

Os vacilantes ritmos de um momento…”
Rabindranath Tagore

Anúncios

Um pensamento sobre “Um sorriso

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s